07-11-2018 | 17:33
Construtores elegem por unanimidade nova Diretoria do Sinduscon/MT
O empresário Julio Flávio Campos de Miranda foi reconduzido ao cargo na eleição realizada nesta quarta-feira (17)

Assessoria de Comunicação/Fiemt

O empresário Julio Flávio Campos de Miranda foi reconduzido ao cargo de presidente do Sindicato das Indústrias da Construção do Estado de Mato Grosso (Sinduscon/MT) em eleição realizada nesta quarta-feira (7).  A nova Diretoria Executiva para o triênio 2018/2021 foi eleita com 100% dos votos válidos e referendou o grupo no comando do sindicato patronal da construção civil pelos próximos três anos.  A posse da nova diretoria está marcada para o dia 30 de novembro.

Além de escolher a nova Diretoria Executiva, os construtores também elegeram o Conselho Fiscal e os Delegados Representantes. A indicação dos integrantes das  seis Comissões Técnicas (titulares e suplentes) será feita depois da posse.   A chapa única “Sindicato Unido” tem como novo vice-presidente o empresário Cláudio Ottaiano, que presidente atualmente a Comissão de Relações Trabalhistas do Sinduscon/MT e o Conselho Temático de Relações do Trabalho da Federação das Indústrias no Estado de Mato Grosso (Fiemt). Ottaiano é o empresário que atua diretamente nas Convenções Coletivas do Trabalho (CCT) pelo segmento.

“Temos como novo desafio para este segundo mandato o fortalecimento do associativismo no estado, trazendo mais empresas da construção civil para o sindicato, além de ações para interiorizar o Sinduscon-MT, criando Diretorias Regionais. Também vamos marcar uma atuação firme pelo monitoramento de preços dos insumos da construção civil praticados em Mato Grosso e continuar com o trabalho de acompanhar a legislação que afeta o setor”, disse Miranda.

O vice-presidente eleito manifestou otimismo em relação ao país e ao estado com a escolha de Jair Bolsonaro para presidente e de Mauro Mendes para governador de Mato Grosso. “Mudou o clima no setor empresarial, estamos confiantes de que voltaremos a seguir o caminho do desenvolvimento com o comando do país e do estado em novas mãos. Antes os empresários estavam represando investimentos, porque não sabiam qual seria o rumo do país, mas agora já estão mais animados com as possibilidades de melhora a partir de 2019 e de voltar a investir”, completa.

Uma das primeiras providências da Diretoria eleita é formalizar junto ao governo de Mato Grosso e também às secretarias que trabalham com obras públicas a Agenda da Construção, documento que relaciona os principais gargalos que afetam a construção civil no estado e quais os caminhos para fomentar o crescimento do setor. “Faremos uma reunião com os associados para colhermos subsídios que irão compor essa agenda. A construção civil é uma das atividades que mais geram empregos: só este ano, segundo o Ministério do Trabalho, temos um saldo positivo de 4 mil empregos, resultado da diferença entre contrações e demissões”, pontuou Julio Flávio Campos de Miranda.

Hoje, o Sinduscon-MT  responde por 101 municípios que compõem a sua base territorial. A entidade, que acaba de completar 50 anos de fundação, é filiada à Fiemt e à Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC).

Chapa “Sindicato Unido”

Diretoria Executiva

Presidente: Júlio Flávio Campos de Miranda

Vice-Presidente: Claudio Cleber Ottaiano

Diretor de Administração, Finanças e Patrimônio: Paulo Celidoneo Bresser Dores 

Suplente: Julio Hirochi Yamamoto Filho

 Diretor de Obras: Fausto Richard Echer

Suplente: Leonardo Guimarães Rodrigues

Conselho Fiscal: Edgar dos Santos Veggi , Frederico Augusto Xavier  e  Filipe Sergio Trindade Bigolin

Delegados Representantes: Júlio Flávio Campos de Miranda e Claudio Cleber Ottaiano 

 

Anderson Pinho, Assessoria de Imprensa do Sinduscon-MT