Olá, seja bem-vindo (a)!
Sábado, 24 de Junho de 2017
NOTÍCIAS
17-05-2017 | 15:20
Relatório da CAB deve ser entregue hoje
O destino final que será dado à CAB Cuiabá é aguardado desde que o ex-prefeito Mauro Mendes, anunciou em novembro do ano passado, que a RK Partners, empresa multinacional especialista em análise de risco financeiro, assumiria os serviços de abastecimento de água e de saneamento na capital.

Divulgação

A Comissão de Eficiência Pública deve entregar hoje (17), ao prefeito Emanuel Pinheiro, o relatório final das auditorias feitas em contratos da CAB Cuiabá e da parceria público-privada (PPP) de serviços para iluminação pública, na capital. O grupo de trabalho foi criado no início do ano pelo prefeito por meio de decretos. 

Pinheiro aguarda o estudo jurídico e financeiro para conhecer a realidade da concessionária de água e esgoto na capital e, então, dar um destino para a mesma. "Em relação à CAB ainda não decidi. Primeiro eu quero garantias de investimento, que constam no Plano Municipal de Saneamento Básico, que mandei elaborar no valor de R$ 1,4 bilhão. Quero saber se esse dinheiro já está garantido, onde estão esses recursos, onde vão buscar, quem vai arrumar esse financiamento, enfim, eu quero essa garantia", afirmou o prefeito durante o lançamento da campanha "Maio Amarelo", ocorrido na última segunda-feira. 

O destino final que será dado à CAB Cuiabá é aguardado desde que o ex-prefeito Mauro Mendes, anunciou em novembro do ano passado, que a RK Partners, empresa multinacional especialista em análise de risco financeiro, assumiria os serviços de abastecimento de água e de saneamento na capital. A meta é investir R$ 1,4 bilhão em sete anos. Do total, R$ 200 milhões nos primeiros 12 meses. 

Há uma semana, Pinheiro se reuniu com representantes da RK que tem até o dia 31 deste mês para assumir a CAB, que está sob intervenção. Na ocasião, a empresa apresentou ao prefeito o plano de investimentos para os próximos anos. 

"Na reunião, discutimos recursos. Quem é que vai tocar (a CAB) já que esta RK Partners não é uma empresa de saneamento. A expertise dela é negócios. É a recuperação de empresas falidas", disse. 

Pinheiro garante que sua preocupação é com a população cuiabana. "Cuiabá não é cobaia, não vou aceitar que uma empresa que nunca geriu politica de saneamento em nenhuma cidade venha usar Cuiabá como cobaia ou como laboratório", afirmou. 

"Não vou tomar uma decisão que não represente segurança ou garantia à população da universalização do saneamento básico". No mês passado, o prefeito declarou que determinará a caducidade do contrato de saneamento básico, caso a RK Partners não apresente um cronograma de investimento na capital. 

Joanice de Deus, Diário de Cuiabá
Sindicato das Indústrias da Construção do Estado de Mato Grosso (Sinduscon-MT)
Avenida Tancredo Neves, 93 - 2· andar - Bairro Jardim Petrópolis - Cuiabá (MT)
CEP 78070-122 - Fone: (65) 3627-3020
Anuncie - Política de Privacidade
2014 -Todos os Direitos Reservados
V3 Agência Web