Olá, seja bem-vindo (a)!
Terça-feira, 13 de Novembro de 2018
NOTÍCIAS
27-08-2008 | 10:40
Para economista "fuga" explica elevação
"O dólar não explica a alta das commodities, mas a fuga do dólar sim", diz Francisco de Lima Gonçalves, economista-chefe do Banco Fator. Segundo ele, no longo prazo, não há uma correlação clara e estatisticamente comprovada entre a flutuação do câmbio e das commodities. Contudo, no curto prazo, há relações "claríssimas e indiscutíveis" explicadas por movimentos especulativos. "Não é algo estrutural, mas circunstancial. É algo que dura um tempo, uma bolha".

 

Os crescentes déficits fiscais, decorrentes da expansão dos gastos de guerra após 2001, a bolha imobiliária e, mais recentemente, o medo de uma recessão nos EUA criaram uma enorme desconfiança de investidores e países em relação ao dólar e papéis de empresas americanas.

 

O resultado foi uma avalanche de vendas de dólar para financiar a aquisição de outros ativos - especialmente moedas com elevadas taxas de juros (como o real), ações de empresas produtoras de matérias-primas e, claro, contratos futuros de commodities. "A escolha foi por papeis que tivessem características de ativos reais em um período de incerteza", diz Gonçalves, do Fator.

 

Ficar vendido em dólar e comprado em commodities passou a ser a estratégia dominante e, principalmente, bem-sucedida no mercado financeiro - o que, por si só, consolidou a tese da correlação negativa entre essas duas classes de ativos. Isso fez com que fundos de investimento, soberanos e de pensão aplicassem centenas de bilhões de dólares em contratos de energia, grãos e minérios. O resultado foi uma "financeirização" sem precedentes dos mercados futuros de commodities, que ficaram menos sensíveis a notícias relacionadas aos fundamentos e passaram a integrar um universo regido por indicadores econômicos, especulações, tendências macroeconômicas e estratégias de investimento.

 

Fonte: Gazeta Digital


Sindicato das Indústrias da Construção do Estado de Mato Grosso - Sinduscon-MT
Avenida Historiador Rubens de Mendonça, 4.193, Centro Político Administrativo
Centro Sindical do Sistema FIEMT - Cuiabá-MT - CEP: 78049-940 - Tel.: (65) 3627-3020
Anuncie - Política de Privacidade
2014 -Todos os Direitos Reservados
V3 Agência Web