Olá, seja bem-vindo (a)!
Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017
NOTÍCIAS
20-02-2009 | 10:03
Apenas 3 setores apresentam desempenho negativo no mês
Dos oito setores pesquisados pelo Caged, três apresentaram números negativos, extrativa mineral com 34 vagas a menos, construção civil que demitiu 729 trabalhadores e comércio, que desligou 103.

 O vice-presidente do Sindicato das Indústrias da Construção Civil em Mato Grosso (Sinduscon-MT), Júlio Flávio Miranda, afirma que o número era esperado já que janeiro é um mês sazonal. Ele explica que por causa do período chuva e das férias coletivas que são dadas no final de dezembro até meados de janeiro, o número de contratações é bastante reduzido.

"Mas o cenário tende a mudar a partir de fevereiro, quando as empresas retomam as construções e voltam com todo o gás", diz Miranda ao prever que o setor será bastante beneficiado este ano com a execução das obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) e também com a possibilidade de Mato Grosso ser uma das sedes dos jogos da Copa do Mundo de 2014.

Para a retração registrada pelo setor do comércio, o vice-presidente da Federação do Comércio, Bens e Serviços de Mato Grosso (Fecomércio-MT), Hermes Martins, afirma que as demissões verificadas são motivadas pela contenção nos custos das empresas, já que tradicionalmente as vendas no primeiro bimestre são baixas, em função das contas do começo do ano e também do carnaval, em fevereiro. "Mas isso tende a mudar com o decorrer dos meses".

Já o setor de prestação de serviços foi um dos poucos que registrou contratação, o segundo maior saldo, depois do segmento agropecuário. Foram 5,513 mil admissões contra 4,815 demissões em janeiro, o que gerou um saldo de 698 vagas formais. Martins explica que por causa do período de férias, muitos estabelecimentos como hotéis, restaurantes, agências de viagens, entre outros.

Um dos trabalhadores que conseguiu a assinatura da carteira de trabalho é o promotor de vendas Elizeu Vieira da Rocha, 28. Ele trabalha em uma empresa de telefonia celular e teve um pouco de dificuldade de conseguir emprego porque tem uma deficiência na perna. "Mas agora está tudo bem e estou firme no trabalho".(FR)

Fonte: Gazeta Digital

Sindicato das Indústrias da Construção do Estado de Mato Grosso (Sinduscon-MT)
Avenida Tancredo Neves, 93 - 2· andar - Bairro Jardim Petrópolis - Cuiabá (MT)
CEP 78070-122 - Fone: (65) 3627-3020
Anuncie - Política de Privacidade
2014 -Todos os Direitos Reservados
V3 Agência Web