Olá, seja bem-vindo (a)!
Terça-feira, 13 de Novembro de 2018
NOTÍCIAS
13-09-2013 | 11:30
Secopa cobra de consórcio instalação de luminárias em avenidas
Retirada de postes tem comprometido a segurança pública

A Secretaria Extraordinária da Copa do Mundo (Secopa) cobrou do Consórcio VLT Cuiabá-Várzea Grande a instalação de postes provisórios de energia para garantir a iluminação das vias que estão em obras para implantação do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT).

Conforme o MidiaNews denunciou na sexta-feira (6), a falta de iluminação ao longo da Avenida da FEB, em Várzea Grande, tem gerado insatisfação aos comerciantes e moradores da região, que reclamam da insegurança e da ação facilitada dos marginais na via.

A remoção dos postes é necessária, segundo o consórcio, para a implantação da via permanente do VLT, e também já é realizada em trechos da Avenida Historiador Rubens de Mendonça (Avenida do CPA), em Cuiabá.

Durante evento da Federação Internacional de Futebol (Fifa), realizado na segunda-feira (9), o secretário da Secopa, Maurício Guimarães, afirmou que o local já começou a receber a instalação de iluminação provisória nesta semana.

“Em Várzea Grande, tivemos algumas situações em que os postes foram tirados, mas as instalações [de postes provisórios] já começaram a ser feitas nas marginais”, disse.

Guimarães reconheceu os problemas causados pela falta de iluminação pública e afirmou que a pasta tem cobrado da construtora para que essa situação não ocorra mais, de agora em diante.

“Deixar a região escura é ruim não só para os comerciantes, mas para a segurança pública de uma forma geral. Nós cobramos isso do consórcio e, agora, cada poste que for tirado deve ser imediatamente reposto. Não pode ficar um dia com a iluminação pública comprometida em decorrência das obras”, afirmou o secretário.

Ocorrências

Segundo o superintendente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Várzea Grande, Jean Ibrahim Rassi, a reclamação é geral por parte dos empresários, desde o início das primeiras interdições na via.

Ele disse que não foi feito um levantamento por parte da CDL Várzea Grande do número de ocorrências na região da Avenida da FEB, em decorrência da falta de iluminação, mas garante que elas já foram registradas na via.

“Já tivemos muitas ocorrências naquele trecho, com motos sendo roubadas, assaltos e moças sendo atacadas por motivos escusos”, afirmou.

Outras vias

Assim como ocorreu na Avenida da FEB, a Avenida João Ponce de Arruda, também em Várzea Grande, e a Avenida do CPA, em Cuiabá, também tiveram a iluminação pública retirada ou desligada para o início das adequações para implantação da via permanente do VLT.

Por essa razão, no início do mês, as prefeituras dos dois municípios notificaram o consórcio a garantir a iluminação por todos os 22,2 km que serão percorridos pelo VLT.

O mesmo deve ocorrer, ainda, ao longo das avenidas Fernando Corrêa da Costa, Coronel Escolástico, Tenente-Coronel Duarte (Prainha) e XV de Novembro, na Capital, por onde o VLT também irá passar.

Outro lado

O Consórcio VLT Cuiabá-Várzea Grande – formado pelas empresas Santa Bárbara, CR Almeida, CAF Brasil Indústria e Comércio, Magna Engenharia Ltda. e Astep Engenharia Ltda – é responsável pela execução das obras do VLT.

O contrato, orçado em R$ 1,477 bilhão, inclui não apenas a implantação dos trilhos e construção dos vagões do metrô de superfície, mas também a execução de 12 obras de arte – entre pontes, trincheiras e viadutos – nos dois eixos que serão percorridos pelo modal, CPA-Aeroporto e Coxipó-Centro.

Por meio de assessoria, o consórcio explicou que a retirada da rede elétrica faz parte das atividades relacionadas à remoção de interferências, que abrange também as redes de água e telecomunicações.

As empresas garantem que toda iluminação retirada será substituída por outra em caráter provisório e ressaltam que a extração da estrutura de iluminação pública é feita com toda a segurança e sinalização do local. (Lislaine dos Anjos, Midia News)

Sindicato das Indústrias da Construção do Estado de Mato Grosso - Sinduscon-MT
Avenida Historiador Rubens de Mendonça, 4.193, Centro Político Administrativo
Centro Sindical do Sistema FIEMT - Cuiabá-MT - CEP: 78049-940 - Tel.: (65) 3627-3020
Anuncie - Política de Privacidade
2014 -Todos os Direitos Reservados
V3 Agência Web