Olá, seja bem-vindo (a)!
Terça-feira, 13 de Novembro de 2018
NOTÍCIAS
01-11-2018 | 12:32
Setor da indústria da construção entrega para Bolsonaro propostas de geração de emprego
Onyx Lorenzoni recebeu o documento e prometeu amplo diálogo com o setor privado

Reprodução

O setor da indústria da construção enviou nesta quarta-feira (31) ao novo governo propostas para o setor. O deputado Onyx Lorenzoni, futuro chefe da Casa Civil na gestão de Jair Bolsonaro, recebeu documento com ações imediatas para geração de empregos e o reaquecimento da economia para 2019. De acordo com o setor, as propostas, se realizadas, têm capacidade de criar 1 milhão de empregos já no primeiro ano do próximo governo. 

A entrega foi feita durante a reunião do Conselho de Administração da Câmara Brasileira da Indústria da Construção Civil (CBIC), junto a entidades de Coalizão pela Construção e de outros setores industriais. Os pontos levantados pelo documento são a retomada de obras paralisadas, da melhoria nas condições do crédito imobiliário, da execução de um programa de concessões municipais e a aceleração do licenciamento ambiental. 

De acordo com levantamento do CBIC, o país conta com 3 mil obras paralisadas, das quais 671 estão em condições de serem retomadas por meio de empréstimos do FGTS às prefeituras. No entanto, para concretizar essa proposta, é necessário a assinatura de um contrato. 

Durante o evento, Lorenzoni afirmou que o governo vai priorizar o diálogo com o setor produtivo brasileiro. "Esse vai ser um governo de permanente interlocução com quem produz no Brasil", disse. Ele também reafirmou a importância do setor para a economia. "Setores como esse são fundamentais pela extensa cadeia que têm, e pelo volume de brasileiros que empregam”, ressaltou. 

O presidente da CBIC, José Carlos Martins, também se pronunciou em prol do setor durante o evento. "Acreditamos piamente que o nosso setor tem grande contribuição para isso", enfatizou. Lorenzoni ressaltou que o governo de Bolsonaro terá uma ampla relação com o setor privado e propôs "refundar o Brasil nos princípios e valores que norteiam a relação entre o setor público e o setor privado".

Bruno Santa Rita, Correio Braziliense
Sindicato das Indústrias da Construção do Estado de Mato Grosso - Sinduscon-MT
Avenida Historiador Rubens de Mendonça, 4.193, Centro Político Administrativo
Centro Sindical do Sistema FIEMT - Cuiabá-MT - CEP: 78049-940 - Tel.: (65) 3627-3020
Anuncie - Política de Privacidade
2014 -Todos os Direitos Reservados
V3 Agência Web